Conferências


2017/2018

Diálogos com Cientistas

Ao longo do segundo período decorreu na nossa escola um conjunto de conferências que permitiram uma maior aproximação entre alunos e professores/investigadores universitários, abordando temas modernos da ciência com impacto na sociedade.


"Organização das Nações Unidas"

Investigadora: Daniela Nascimento
Data: 16 de fevereiro de 2018

Resumo: Recorrendo a exemplos históricos e contemporâneos e à sua realidade institucional, , esta palestra visou, em primeiro lugar, mapear e enquadrar a evolução da ONU enquanto ator chave das Relações Internacionais a partir do final da II Guerra Mundial e, em segundo lugar, analisar a sua capacidade e influência na resposta aos atuais desafios à paz e segurança internacionais. Foram analisadas algumas áreas fundamentais de atuação da Organização, em particular as relacionadas com a promoção dos Direitos Humanos e da Paz e Segurança Internacionais.




"Educação para a diversidade"

Investigadora: Filomena Martins
Data: 02 de fevereiro de 2018

Resumo: A universalização do acesso à educação, os movimentos migratórios recentes e a globalização da informação trouxeram para o interior das escolas uma grande multiplicidade de línguas, culturas, estruturas familiares, estilos de aprendizagem, valores e referências que vêm colocar novos desafios à educação. Perante estes desafios, a escola é convidada a dar respostas capazes de garantir a equidade e o pleno desenvolvimento de cada aluno.
Nesta palestra, partiu-se do conceito de diversidade linguística para a reflexão sobre a importância da sua valorização social no âmbito de uma educação para a cidadania global.





"Economia"

Investigadora: António Duarte Portugal
Data: 25 de janeiro de 2018

Resumo: Depois de um bem sucedido processo de estabilização da economia portuguesa durante os anos 90, Portugal enfrenta hoje importantes desafios, não apenas porque após a adesão à zona euro deixou de ter ao seu dispor alguns instrumentos de política económica, mas principalmente porque desde então se tem debatido com sucessivos desequilíbrios orçamentais e um aumento do endividamento público e privado. A juntar a tudo isto, os efeitos negativos da crise do subprime em 2007 e um novo programa de assistência financeira em 20011, conduzem a economia portuguesa para anos de austeridade, aumento do desemprego e recessão. 
Será que a economia portuguesa estava verdadeiramente preparada para enfrentar os desafios de uma moeda única e de uma concorrência à escala global? De que forma Portugal poderá voltar a crescer?
Foram estas algumas questões sobre as quais se refletiu, durante esta palestra, de forma a melhor perceber o futuro da economia portuguesa.


"Fenómenos culturais"

Investigadora: Fátima Valez de Castro
Data: 18 de janeiro de 2018

Resumo: Esta palestra teve como objectivo reflectir sobre o que é cultura, como se reflecte no território e, mais do que isso: analisar fenómenos culturais, tendo em conta a importância que nós lhe damos do ponto de vista individual e do ponto de vista socio-coletivo.




“Gestão empresarial”

Investigador: André Faustino
Data: 12 de janeiro de 2018


Resumo: Durante esta sessão foram discutidos alguns aspectos da gestão empresarial tendo como exemplo inicial a biotecnologia, mas tentando demonstrar que a gestão é uma ferramenta essencial para o sucesso de qualquer empresa. 





“Os riscos de uma alimentação industrializada”
“A importância da biodiversidade”


O biólogo Jorge Paiva, do Centro de Ecologia Funcional do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra, esteve na nossa escola no dia 6 de novembro para apresentar duas conferências, envolvendo todos os alunos do 9ºano.
Durante as duas palestras, o Doutor Jorge Paiva, alertou para a importância dos perigos que se escondem na nossa alimentação quotidiana e apelou ao compromisso de todos para a preservação da biodiversidade do nosso planeta, dada a sua importância para a sobrevivência da espécie humana.




"Uma arte exclusivamente Portuguesa: A Arte Xávega"


O investigador e professor do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra, Miguel Ângelo Pardal, deslocou-se à ESAP, em duas tardes, para leccionar uma aula para os alunos de Biologia do 12ºano. Esta atividade iniciou-se com uma primeira parte teórica, seguindo-se uma parte prática em que os alunos tiveram oportunidade de dissecar diferentes espécies de peixes, aprendendo a identificar os diferentes órgãos internos, bem como a própria espécie.








Estratégias para prevenir a replicação do vírus da imunodeficiência humana

Decorreu, no dia 3 de outubro, no auditório da Escola Adolfo Portela, uma conferência subordinada ao tema “Estratégias para prevenir a replicação do vírus da imunodeficiência humana”, dinamizada pela Dra. Bárbara Gomes, ex-aluna da nossa escola e que, neste momento, é investigadora no Instituto de Medicina Molecular de Lisboa.
Dez anos é o tempo médio para um medicamento ser introduzido no mercado.
Sabes qual o percurso dele até esse dia? Como é a sua descoberta? Qual o papel dos investigadores?
Nesta apresentação a Dra. Bárbara abordou a ciência em Portugal, o que é ser cientista, e deu a conhecer uma nova estratégia contra o vírus da imunodeficiência humana desenvolvida por uma equipa portuguesa da qual faz parte.





2016/2017

Um caso de estudo de Paleopatologia
Decorreu, no dia 9 de fevereiro, no auditório da Escola Adolfo Portela, uma conferência subordinada ao tema “Um caso de estudo de Paleopatologia”, proferida por Ricardo Gomes da Universidade de Concepción (Chile).
Nesta conferência, foi apresentado um caso particular de Paleopatologia humana, área de investigação que, atualmente, é considerada uma subdisciplina da Antropologia Biológica, que investiga evidências primárias, com ossos, e evidências secundárias, como representações iconográficas.
Refira-se que a Paleopatologia é, segundo a sua etimologia, o estudo (logos) das doenças (pathos) do passado (paleo), sendo que este vocábulo surgiu, pela primeira vez, em 1893, no título de uma publicação de R.W. Schufeldt.





2015/2016


Virologia 


 Professor Doutor Rui Soares - Universidade de Coimbra


Investigação com pinguins na Antártida 
 Professor Doutor José Xavier - Universidade de Coimbra

 
Antropologia Forense

Professor Doutor Ricardo Gomes – Universidade de Concepcion, Chile